Lavando a alma com o sol…


O bom de se morar em uma cidade inconstante como Floripa, é que, de repente, depois de 15 domingos seguidos de chuva, o décimo sexto resolve amanhecer ensolarado. Ainda que esse sol resolva se assumir só depois das 11 horas da manhã… Aí é hora de saltar da cama, escolher o biquíni, procurar a canga, pegar o protetor, subir na moto e se mandar para Jurerê…

Coisa boa. Por alguns instantes nos esquecemos quão dura é a vida. A praia é um verdadeiro cenário de comercial de margarina. Famílias felizes, pessoas bonitas, paisagem sedutora e, no caso de Jurerê, o esbanjo transbordando por toda parte. 
Algumas horas depois, com uma corzinha a mais e cinco reais por um suco de manga a menos, voltamos a realidade. Porém um pouco mais leve, como um comercial de margarina light.
Cidade insconstante, coração inconstante, time inconstante. Emoções a parte, e post preguiçoso, assim como o sol resolve aparecer na Ilha, ele também mostra alguns raios no coração. São as mudanças climáticas… agora chove lá fora, mas meu coração continua usando o protetor solar… Assim que deveriam ser todas as noites. 

“Se o horário oficial é o de Brasília, por que a gente tem que trabalhar na segunda e na sexta?” 
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s